sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Governo do Estado nomeia mais 53 policiais civis

0 comentários
Tribuna do Norte
Governo nomeou 20 delegados, 17 agentes e 16 escrivães
O Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, convocou mais 53 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, para atuarem na segurança do Rio Grande do Norte. A nomeação foi publicada na edição do Diário Oficial de hoje (24), um dia após a decisão judicial que determinou a convocação de 824 concursados para a Polícia Militar.

Na nomeação publicada hoje, estão 20 novos delegados de Polícia, 17 agentes e 16 escrivães, todos já submetidos ao curso de formação, que foi referente ao concurso de 2008. Confira a lista dos convocados.

Além dos nomeados, o Governo já havia realizado a convocação, no dia 14 de outubro, de 303 candidatos aprovados no concurso também para a Polícia Civil, mas que ainda serão submetidos ao curso de formação - que não tem data para ocorrer. Foram 95 candidatos ao cargo de delegado, 151 para agentes e 57 para o cargo de escrivão.

Termina hoje propaganda eleitoral no rádio e na televisão

0 comentários
A dois dias do segundo turno das eleições, termina nesta sexta-feira (24) a propaganda eleitoral gratuita veiculada no rádio e na televisão. Também é a data limite para a divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita e para a realização de debates. Nesse último caso, a transmissão não deve ultrapassar a meia-noite. É nesta sexta-feira o último dia para que os presidentes das mesas comuniquem à Justiça Eleitoral que não receberam o material destinado à votação de domingo (26). Carro de alto-falante ou amplificadores de som para divulgação de propaganda está permitido até sábado (25), véspera da votação, entre as 8h e as 22h. A distribuição de material gráfico, a realização de caminhadas, passeatas e carreatas, além da divulgação de jingles ou mensagens dos candidatos podem ser feitas também até as 22h.

No segundo turno das eleições, neste domingo (26), cerca de 143 milhões de eleitores estão aptos a votar para presidente da República e governadores de 13 estados e do Distrito Federal. Apesar do horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a votação será feita das 8h às 17h, obedecendo o horário local. Com o horário de verão, o Acre passou a ter três horas a menos em relação ao horário de Brasília. Por isso, a divulgação dos números das eleições para presidente da República começará às 20h (de Brasília). Os resultados para governador nos 13 estados e no DF serão conhecidos logo após o encerramento da votação.

Agenda dos candidatos ao governo para esta sexta

0 comentários
Os dois candidatos ao Governo do Estado seguem realizando suas últimas ações de campanha antes do segundo turno das eleições 2014.
Os governadoráveis participam de caravana, carreatas e caminhadas pela capital potiguar e Grande Natal.


Henrique Alves (PMDB)

7h – Visita à Ceasa
9h – Caravana 15 (Caminhada no Conjunto dos Guarapes com concentração na quadra de esportes)
11h – Visita ao Centro da Cidade Alta
15h – Carreata do 15 em Parnamirim com concentração no Parque Aristófanes Fernandes
17h – Carreata do 15 em Macaíba
17h – Carreata na zona Norte do prefeito Carlos Eduardo

Robinson Faria (PSD)

10h – Caravana da Vitória na zona Oeste de Natal, nos Bairros: Nazaré, Bom Pastor e Dix Sept Rosado.

Saída: Av. Lima e Silva em Frente ao Conselho Comunitário do Bairro Nazaré, próximo à linha do Trem.

15h - Caminhada das Mulheres Pró Dilma e Robinson.
Saída: Praça Gentil Ferreira, Alecrim.

18h30 - Caravana da Vitória no Município de Macaíba.
Saída: Rua Areia Branca no Bairro Morada da Fé concluindo na praça no M em Frente ao Banco do Brasil, Centro.

Candidato ao Governo do RN, presidente da Câmara se queixa de Lula

0 comentários
Folha de S.Paulo

De favorito a azarão nas eleições ao governo do Rio Grande do Norte, o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB), já escolheu um culpado para seu eventual fracasso nas urnas: o ex-presidente Lula.

Deputado há 44 anos e em segundo lugar na disputa local, ele não se conforma com o vídeo de apoio ao seu rival –o vice-governador Robinson Faria (PSD)– gravado por Lula na reta final do primeiro turno, quando o peemedebista liderava e sonhava com uma vitória já nessa etapa.

"Olhem como a política também tem suas injustiças", afirmou Alves, na noite da última quarta (22), em comício acompanhado pela Folha em São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), faz campanha em Natal (RN)
O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), faz campanha em Natal (RN)

"Eu acho que ele só viu o candidato Robinson naquele dia em que, a pedido do PT, ele foi fazer a gravação [do programa de TV]. Se amanhã passarem numa calçada Lula e ele, eu acho que Lula nem vai mais se lembrar da cara dele", disse o candidato.

Ao longo de quase todo o primeiro turno, Lula e a presidente Dilma se mantiveram longe da disputa potiguar.

Alves, que lidera uma coligação de 17 partidos, incluindo o PSDB de Aécio Neves, liderou todas as pesquisas do primeiro turno e, nas urnas, venceu o rival por 47% a 42%.Para tentar equilibrar o jogo, Alves passou a usar um depoimento de seu correligionário de maior proeminência, o vice Michel Temer (PMDB).

Alves resolveu externar sua indignação com Lula em São Gonçalo do Amarante, onde foi construído um novo aeroporto para a Copa do Mundo.

O empreendimento, que já opera mas ainda parece inacabado, foi batizado com o nome do pai do candidato, o ex-governador Aluízio Alves. Mas, nesse discurso, o presidente da Câmara o chamou de "aeroporto de Henrique".

"Presidente Lula, o senhor deveria era dizer ao Rio Grande do Norte que foi Henrique Eduardo Alves que deu [o aeroporto]", disse o candidato.

Em conversa com a Folha na semana passada, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) comentou a atuação de Lula na campanha de Robinson.

"O Henrique preferiu outra aliança. A gente faz escolhas na vida. Ele fez um outro caminho, nos excluiu da chapa dele. É uma escolha que eles fizeram. Não fomos nós".

Em conversa com a Folha na semana passada, o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) comentou a atuação de Lula na campanha de Robinson.

"O Henrique preferiu outra aliança. A gente faz escolhas na vida. Ele fez um outro caminho, nos excluiu da chapa dele. É uma escolha que eles fizeram. Não fomos nós".
quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Inter TV Cabugi promove debate com candidatos ao governo do RN

0 comentários
CBN
henrique robinson campanha
O último debate com os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte na TV aberta acontece na noite desta quinta-feira (23) na Inter TV Cabugi. O programa vai ao ar logo após a novela Império, e terá a mediação do jornalista Ari Peixoto. O debate colocará frente a frente os candidatos Henrique Eduardo Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD).

O jornalista Ari Peixoto, que está em Natal para mediar o debate, acredita que o maior tempo para perguntas e respostas pode melhorar o nível do debate. “Como o debate desta vez tem menos candidatos, eles terão mais tempo para perguntar e responder. Com isso os telespectadores/eleitores terão oportunidade de conhecer melhor as propostas. Uma boa chance principalmente para os indecisos. No domingo a população decidirá quem se saiu melhor nos debates e nas eleições como um todo”, afirmou.

A ordem em que os candidatos farão perguntas foi sorteada com a presença de representantes de todos os partidos. De acordo com as regras, o debate terá três blocos. No primeiro e no segundo bloco haverá uma rodada de perguntas com tema livre e uma rodada com tema determinado. O terceiro bloco será para as considerações finais de cada candidato.

Nos dois primeiros blocos, cada candidato terá direito a fazer duas perguntas de tema livre e duas perguntas de tema determinado. Os candidatos terão trinta segundos para fazer as perguntas e um minuto e meio para as respostas. A réplica e a tréplica terão limites de um minuto.
quarta-feira, 22 de outubro de 2014

PESQUISA CERTUS/BG REJEIÇÃO: Henrique é rejeitado por 35.83% e Robinson por 28.54%

0 comentários
O BlogdoBG e a Certus publicam nesta quarta-feira(22) mais uma pesquisa de opinião com os cenários para o 2º turno no RN. A Certus Pesquisa e Consultoria foi as ruas entre 18, 19, 20 e 21 de outubro e entrevistou 1510 eleitores em todo o RN.

A pesquisa tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014. A Margem de erro é de 3% e o índice de confiabilidade é de 95%.

Vejam como ficou a rejeição dos candidatos ao Governo do Estado:

Certus Rejeição

PESQUISA CERTUS/BG PRESIDENTE: Dilma tem 61.46% e Aécio 28.54%

0 comentários
O BlogdoBG e a Certus publicam nesta quarta-feira(22) mais uma pesquisa de opinião com os cenários para o 2º turno no RN. A Certus Pesquisa e Consultoria foi as ruas entre 18, 19, 20 e 21 de outubro e entrevistou 1510 eleitores em todo o RN.

A pesquisa tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014. A Margem de erro é de 3% e o índice de confiabilidade é de 95%.

Vejam como ficou o cenário para o Presidente da República na perspectiva estimulada:

Certus Presidente Estimulada

PESQUISA CERTUS/BG VOTOS VALIDOS: Robinson tem 51.56% e Henrique 48.44%

0 comentários
O BlogdoBG e a Certus publicam nesta quarta-feira(22) mais uma pesquisa de opinião com os cenários para o 2º turno no RN. A Certus Pesquisa e Consultoria foi as ruas entre 18, 19, 20 e 21 de outubro e entrevistou 1510 eleitores em todo o RN. A pesquisa tem registro no TSE de Nº BR-01156/2014 e no TRE Nº RN-00045/2014. A Margem de erro é de 3% e o índice de confiabilidade é de 95%. Vejam como ficou o cenário para o Governo do Estado já na perspectiva dos votos validos:

Certus Validos

Alunos e servidores do IFRN de São Paulo do Potengi promoveram "Rousselfie" pró-Dilma

0 comentários
Do SPP News:
Rosselfie em São Paulo do Potengi, na calçada da Igreja Matriz
Servidores e alunos do IFRN de São Paulo do Potengi fizeram um belo movimento pró-Dilma em nossa cidade, na manhã desta quarta-feira (22).

O movimento iniciou em frente ao IFRN, quando servidores e alunos saíram em caminhada, passando pelo Novo Juremal, e pelas ruas Coronel Freire e Bento Urbano, fazendo panfletagem e pedindo votos em favor da candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT). O evento foi finalizado na Praça Monsenhor Expedito, onde as pessoas que participaram da caminhada se encontraram com outras várias pessoas que já estavam na praça.

Com gritos de guerra, como: "Olé, olé, olé, olá, Dilma, Dilma!", a turma pousou para o "Rousselfie" na calçada da Igreja Matriz. Em seguida, várias pessoas fizeram suas falas em favor de Dilma, destacando principalmente as conquistas para educação, como a expansão dos Institutos Federais. Dentre outras pessoas, falaram o prefeito Naldinho, o vereador João Cabral, e o Diretor Geral do IFRN, Ednaldo Paiva.

Justiça Eleitoral concede mais três direitos de resposta a Robinson

0 comentários
O programa eleitoral da Coligação Liderados pelo Povo, do candidato a governador Robinson Faria (PSD), ganhou mais três direitos de resposta no programa eleitoral da Coligação União pela Mudança, do candidato Henrique Alves (PMDB).

Ao todo serão 6 minutos divididos no Rádio e na Televisão, de acordo com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). As decisões se referem a uma representação interposta pelo ex-coordenador estadual de Infraestrutura Hídrica, Lindolfo Vidal Neto e a outra pela própria Coligação Liderados pelo Povo.

O TRE entendeu que o programa eleitoral de Henrique Alves veiculou inverdades quando disse que Robinson Faria e Lindolfo Vidal, quando o primeiro era secretário de Recursos Hídricos e o segundo coordenador de Infraestrutura Hídrica, só perfuraram um poço, e que “tudo o que se sabe de Lindolfo é que se trata de um ex-bancário, que sequer dava expediente”.

O programa eleitoral de Henrique Alves foi punido também por alusão de forma pejorativa ao pai de Lindolfo – ex-deputado Luiz Antonio Vidal – como que “uma espécie de coronel do Agreste e mentor político de Robinson” e por dizer se referir a Lindolfo como “ex-bancário”. Lindolfo é engenheiro civil, com qualificações técnicas para o cargo e cumpria expediente na Secretaria.

Em cada decisão foi proibida a veiculação do tema em questão, sob pena de multa de R$ 10 mil para cada divulgação.(Com informação da assessoria do candidato Robinson Faria)

Robinson Faria teve direito de Resposta em Programa Eleitoral

0 comentários
Veja o Programa de  Robinson Faria:

Prefeito de Carnaúba dos Dantas e Valéria Cavalcanti anunciam apoio a Robinson Faria

0 comentários
Pedro
O prefeito do município de Carnaúba dos Dantas Dr. Sérgio Eduardo (PSB) confirmou em São Gonçalo do Amarante, o seu apoio a candidatura de Robinson Faria (PSD) ao governo do estado. A adesão foi testemunhada pela Vereadora Marli de Medeirão (PSB) e pelo suplente de Vereador Marcos de Elita (PR), além do candidato a vice-governador Fábio Dantas (PCdo B).

No primeiro turno Dr. Sérgio votou em Henrique Alves (PMDB) e agora reforça o palanque de Robinson Faria no segundo turno, que já conta com os apoios desde o primeiro turno da atual vice-prefeita Nana (PSD), ex-prefeito Paulo Medeiros (PSD), Vereadores: Hemerson (PSD) e Pepeto (PSD), do PT e PC do B locais.

Quem também aderiu a candidatura do candidato do PSD ao Governo, foi atual vice-prefeita de Santo Antônio e candidata a Deputada Estadual pelo PSDB, Valéria Cavalcanti.

Valéria obteve na eleição do dia 05 de outubro 8.778 votos.

América vence Vasco da Gama e ameniza situação delicada na Série B

0 comentários
(Foto: Wellington Rocha)
O América recebeu o Vasco da Gama na noite desta terça-feira (21), na Arena das Dunas, e saiu de campo com um grande resultado: 2 a 0. Os gols foram marcados já na etapa final pelos atacantes Rodrigo Pimpão e Cléber. A partida foi válida pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Portal No Ar
terça-feira, 21 de outubro de 2014

Henrique responderá na Justiça por tentar criar escândalo envolvendo Robinson

0 comentários
JORNAL DE HOJE
APARTAMENTOS-DE-ROBINSON
Pregador da campanha “limpa” e de alto nível, o candidato ao Governo do RN, Henrique Eduardo Alves (PMDB), baixou, de vez, o nível da campanha eleitoral neste segundo turno. Quem aponta isso é a coligação encabeçada por Robinson Faria (PSD), que na manhã de hoje ingressou com um direito de resposta e uma notícia crime acusando Henrique de calúnia e difamação por tentar envolver, na propaganda eleitoral do PMDB, o adversário num escândalo de apartamentos do programa federal Minha Casa, Minha Vida.

O motivador do “escândalo” seria o fato de Robinson ter 98 apartamentos no residencial Caravelas, em Parnamirim, que faz parte do Minha Casa, Minha Vida. A defesa de Robinson explicou que não há nada de irregular nisso. Ele era proprietário do terreno onde foram construídos os apartamentos e ficou com parte dos imóveis como permuta. Um contrato, inclusive, “totalmente legal”.

“Em sendo assim indaga-se: qual a ilegalidade ou imoralidade no ato? Ao contrário do afirmado na propaganda injuriosa e difamatória, tratou-se de negociação legal e dentro dos parâmetros do mercado imobiliário local. A única resposta para a veiculação da já mencionada propaganda é o desespero da coligação de Henrique, que se vê cada vez mais distante da vitória no pleito e busca fazer uso de meios escusos e totalmente distantes da moralidade e respeitabilidade que devem nortear as eleições”, afirmou a coligação de Robinson Faria, em trecho de pedido de resposta enviado para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

“A análise da documentação ora anexada é de fulcral clareza para esclarecer o episódio das referidas unidades habitacionais. Robinson era proprietário do terreno onde o condomínio destinado ao programa social foi edificado. A negociação foi transparente e revestida de todas as formalidades legais e devidamente registrada em cartório. Mais que isso, essa informação era de conhecimento de Henrique Alves e da sua propaganda, que forçosamente a omitiram para fantasiar uma farsa na suposta aquisição dos imóveis”, acrescenta a ação, assinada pelo advogado Fábio Sena.

“A propaganda é completamente inverídica e extrapola a crítica administrativa quando é realizada sem nenhuma base sólida para ser realizada. O primeiro viés da propaganda é fazer o eleitorado crer que ao possuir 98 unidades habitacionais em condomínio destinado ao programa Minha Casa Minha Vida, Robinson estaria cometendo algum ato imoral”, ressaltou a ação por direito de resposta, acrescentando que “a propaganda atacada distorceu as informações, com o intuito de incutir que o candidato do PSD fez uso do prestígio político que possui para conseguir as referidas unidades habitacionais, o que é ato de elevada reprovação social”.


CONDOMÍNIO


A propaganda de Henrique Alves ressaltou, ainda, que Robinson Faria teria uma dívida de mais de R$ 153 mil em condomínios não pagos do imóvel. Isso resultaria na insatisfação de condôminos adimplentes mostrados na propaganda do peemedebista que foi ao ar nesta segunda-feira. Porém, segundo a defesa do candidato do PSD, ele não teria qualquer obrigação sobre o pagamento dos condomínios, que seriam responsabilidade da construtora responsável pela obra, conforme estabelecido no contrato.

“A quantidade de mentiras constantes na propaganda veiculada assusta, posto que muito embora Robinson Faria não tenha qualquer responsabilidade para com o pagamento das taxas condominiais, devendo estas serem arcadas pela MRV Engenharia, não há atraso em seu pagamento”, afirma o advogado.

SUSPENSÃO DA PROPAGANDA

Por isso, a coligação de Robinson Faria requer uma liminar suspendendo imediatamente a propaganda eleitoral de Henrique Alves e que seja veiculado “direito de resposta em favor de Robinson Mesquita de Faria, no horário gratuito de televisão da Coligação Representada, turno noturno, por lm20s”.

Propaganda eleitoral de Henrique é “mentirosa, difamatória e injuriosa”

A propaganda de Henrique Alves contra Robinson Faria foi considerada tão grave e mentirosa que, além de um simples direito de resposta, a coligação encabeçada pelo PSD ingressou também com uma notícia crime contra o peemedebista, acusando-o de difamação e injúria. Para o advogado de Robinson, Fábio Sena, não há dúvidas que a propaganda eleitoral é “mentirosa, difamatória e injuriosa”.

Dentre os vários exemplos dados na notícia crime assinada por Fábio Sena dessa difamação feita por Henrique, ressalta-se o caso da dívida do condomínio, que não seria responsabilidade de Robinson e sim da construtora. “Mais uma vez, de maneira intencional e maliciosa, pautada pelo destempero e desrespeito para com o embate democrático de ideias, Henrique esqueceu-se de afirmar que o Robinson Faria não tem qualquer responsabilidade para com as taxas condominiais apontadas”, apontou o texto da ação.

“Importante destacar que todos os atos ilícitos narrados beneficiaram Henrique, já que ao atingir a honra e imagem de Robinson Faria, é causado grande desequilíbrio em pleito tão acirrado, no qual cada voto é fundamental para o sucesso”, ponderou o texto da ação, ao analisar a repercussão da propaganda eleitoral e justificar a necessidade de uma notícia crime para o fato.

“Se deve ter em mente o grande alcance da propaganda atacada, tendo em vista o seu meio de veiculação, qual seja a televisão, que é fundamental na tomada de decisões pelo eleitorado, sendo irreversível uma mácula de tamanho alcance e intensidade”, acrescentou o texto da ação.

Dessa forma, A notícia crime, que tem sete páginas de argumentação e outra dezena de anexos com contratos de compra e venda e extratos de condomínios, afirma que “os fatos e provas comprovam que Henrique incorre na prática do delito descrito nos artigos 325 (difamação) e 326 (injúria), ambos do Código Eleitoral, por ter ofendido a dignidade de Robinson, bem como lhe imputado fato ofensivo à sua reputação”.

“Diante de tudo quanto foi exposto e dos robustos indícios e provas de autoria e materialidade delitivas, vem noticiar a ocorrência dos crimes art. 325 e 326, ambos do Código Eleitoral, pleiteando que Vossa Excelência se digne a receber a presente Notícia Crime e processá-la nos moldes legais, investigando os fatos apontados, para fins de que o Ministério Público possa propor a competente Ação Penal Eleitoral cabível, vez que inconteste a prática dos delitos mencionados”, finalizou a ação movida por Robinson Faria contra Henrique.

Justiça concede direito de resposta à Robinson contra Henrique

0 comentários
As informações inverídicas, difamatórias e injuriosas divulgadas pelo candidato do acordão, Henrique Alves foram criticadas pela Justiça Eleitoral em decisão que concede direito de resposta na propaganda eleitoral em mais de 3 minutos a favor de Robinson. Na decisão, o juiz Cícero Martins de Macedo Filho critica a postura do candidato Henrique Alves. “Não descarto, também, que haja responsabilidade dos candidatos na divulgação de certas propagandas, pois é difícil acreditar que não possam, também, administrar o próprio marketing de suas campanhas. Não custa lembrar que pode passar também na cabeça dos eleitores a ideia de que quem não consegue administrar o próprio nível de suas campanhas talvez não tenha condições de administrar o Estado”.

Cícero também classifica a inserção de Henrique como “a inverdade contida na propaganda, que busca passar, com informações distorcidas, uma imagem negativa e maculadora da honra e imagem do candidato Robinson Faria”. A decisão da Justiça Eleitoral determina o direito de resposta baseado no artigo 58 da Lei nº 9.504/97 e punição com multa de R$ 50 mil caso a coligação União Pela Mudança insista em divulgar novamente a propaganda mentirosa.

A justiça eleitoral esclarece os fatos sobre os apartamentos adquiridos através de transação comercial que obedece a regras do mercado imobiliário. “Portanto, o Sr. Robinson Faria recebeu os apartamentos no referido Condomínio Residencial Jangadas, em Parnamirim, através de um negócio jurídico legítimo, legal e público, sem ter obtido tais unidades por meio de influência no Programa Minha Casa Minha Vida, como procurar fazer crer a propaganda impugnada”, destaca o juiz em sua sentença.

Da Assessoria de Comunicação de Robinson Faria